construir sua casa

Construir sua casa em 5 etapas e sem risco. Saiba como!

 

Quando você pensa em construir sua casa logo vem a mente aquela quantidade enorme de problemas como: contratar arquiteto, engenheiro, pedreiro, eletricista, encanador, comprar material de construção, obter as licenças para construir, registro em cartório, gasto maior que o previsto, atraso e muito mais, certo?

Mas não precisa ser assim se seguir alguns passos bem simples.

Basicamente essa percepção de um quase caos acontece devido a um início mal estruturado e assim todo o restante sofre as consequências.

A construção da casa dos seus sonhos não precisa ser um pesadelo e para evitar todos estes problemas basta seguir 5 etapas:

 

 

Defina sua casa dos sonhos

O primeiro passo é definir seus requisitos, ou seja, o que você deseja. E essa definição precisa contemplar diferentes níveis de abrangência.

Estabeleça três níveis e para cada um deles detalhe tudo que sua casa deve conter, sendo:

  1. no mínimo deve possuir isso: com os requisitos mínimos que de forma alguma você abre mão;
  2. seria muito bom se também tivesse: com itens complementares ao anterior, mas que ficaria muito feliz caso sua casa tivesse;
  3. mais que um sonho: com os itens mais que especiais, onde além dos anteriores seria simplesmente fabuloso que sua casa tivesse.

Com esses três detalhamentos bem especificados, será possível desenvolver os projetos com foco total nos seus desejos e necessidades sem o risco de esquecer algo importante ou gastar tempo e dinheiro com algo que não precisaria.

Que tal algumas ideias para ajudar na inspiração da casa dos seus sonhos?

Separei dois sites com imagens de algumas casas que podem te ajudar a decidir o que quer, e oque não quer:

– Incrível.club: 20 casas dos sonhos

Homifye: 5 casas dos sonhos

Voltar

 

 

Defina um orçamento e data para conclusão

O próximo passo é estabelecer uma meta de gasto, ou seja, sua disponibilidade financeira para investir na construção da sua casa e uma data limite onde precisa da casa pronta para morar.

Esses parâmetros servirão como um farol para o navio, onde será possível sempre avaliar se as metas estão sendo seguidas e os desvios podem ser rapidamente identificados e ajustados.

Importante destacar dois fatores neste item:

  • o primeiro é que a urgência custa caro, assim como a demora excessiva. Avalie sua real necessidade para desenvolver a construção por completo, paralisações causam enormes prejuízos, assim como a pressa, pois deixa de selecionar os melhores profissionais e fornecedores, e as melhores condições de compra dos materiais, ficando refém apenas de quem consegue lhe atender;
  • um orçamento prévio é fundamental, pois servirá de parâmetro para todos os gastos da obra. Não definir um orçamento achando que basta “cuidar” é um erro fatal, como navegar as cegas e achar que vai chegar ao seu destino. Ao final, quando notar que não teve sucesso, além de não saber onde foi o erro não terá fôlego para terminar a jornada.

Voltar

 

 

Escolha um especialista logo no início

Com as etapas anteriores concluídas, busque a assessoria profissional qualificada para desenvolver os projetos necessários a construção da sua casa, de forma que atendam tudo que você definiu anteriormente.

Nesta etapa é muito importante buscar um profissional ou uma equipe que possua experiência na execução de todo o processo, para antecipar as necessidades e auxiliar na etapa da construção.

É comum imaginar que o engenheiro ou arquiteto são necessários apenas para elaboração dos projetos para aprovação e que apenas estes são de fato necessários por uma questão de registro ou fiscalização.

Claro que as aprovações são necessárias mas os projetos aprovados tem apenas a função de garantir que a casa segue a legislação, não contemplam quase nada em termos de execução, e essa falta acaba sendo resolvida na obra, de forma menos adequada e resultando em maior custo e demora para o cliente.

Os projetos não são apenas papel, são a diretriz para execução.

Você consegue imaginar uma daquelas corridas de rally onde o navegador, que vai ao lado do piloto, não esteja com o mapa nas mãos?

Já viu a diferença em fazer compra de mercado com e sem lista de compras nas mãos?

Então, a obra é execução.

E execução é para executar e não para pensar e projetar, isso deve ser feito antes para garantir o atendimento as normas, aos desejos dos clientes, a capacidade financeira, ao planejamento e prazo da obra, de forma que a execução esteja alinhada com esses objetivos.

Sem isso, a obra se “toca” da forma que dá e certamente terá um resultado diferente do desejado.

Estudos mostram que para cada R$1 que deixa de investir em projeto e assessoria técnica, aumenta o custo da obra em até R$30, em desperdício, retrabalho, atraso, redução de segurança e desempenho entre outros fatores.

Por isso, é fundamental a apoio profissional desde o início.

Voltar

 

 

Mãos à obra

Dedique tempo para escolher de forma bem criteriosa os profissionais que farão a construção.

Peça referências de clientes, visite obras em andamento, e principalmente obras com mais de 3 anos de finalizadas.

Assim poderá avaliar como esses profissionais organizam a obra, cuidam dos seus materiais, se dominam as técnicas de construção de forma a evitar problemas futuros.

Muito importante exigir que todos os profissionais sejam devidamente registrados, que haja profissional qualificado e legalmente habilitado e que a empresa possua o devido registro.

Como dono da obra e contratante, sem esses cuidados poderá ter grande dor de cabeça com acidentes de trabalho e causas trabalhistas por exemplo.

Não use apenas o valor como forma de decidir, lembre que não existe mágica, e valores muito distantes dos valores justos certamente irão comprometer a sua obra e gerar muita dor de cabeça, prejuízo e um produto de qualidade inferior.

Voltar

 

 

Encerre com maestria

Terminada a construção, faça um recebimento minucioso da obra.

Alguns itens possuem garantia somente no momento da entrega. Exija o “as built” de todos os projetos (versão final com modificações realizadas, caso houver), o Manual do Proprietário, notas fiscais e garantias de equipamentos, materiais e serviço e o Termo de Garantia do construtor.

Se você seguiu todos os passos anteriores terá uma casa do jeito que sonhou, executada com qualidade, dentro do seu orçamento, entregue no prazo e com as mesmas garantias dos apartamentos adquiridos de incorporadoras, sem o custo do lucro da incorporadora e dos corretores.

Com um pouco de organização e algumas metas bem definidas, aliados a uma assessoria técnica adequada, a construção da sua casa dos sonhos se tornará uma belíssima realidade.